14/06/2007

Porque a mídia não relaxa e goza?


Sou de uma geração de adolescentes que foi educada sexualmente por Marta Suplicy via televisão, enquanto na escola era difícil um professor que tratasse de sexo de forma didaticamente profissional, Marta mandava ver na Tv Mulher, um dos melhores programas da época que havia vida inteligente na Tv brasileira.

Orgasmos, clitóris e masturbação foram palavras que ouvi pela primeira vez ditas por Marta Suplicy, e olhe que estávamos nos anos setenta os mais fechados da ditadura. Marta era um show de inteligência, elegância e profissionalismo. Em seus poucos minutos diários fez a cabeça de milhões de mulheres e homens, era uma fresta de luz e liberdade em um Brasil tristemente cinza e conservador.

O mais incrível é que neste Brasil fechado, havia mais inteligência e principalmente mais coragem que no Brasil de hoje. No mesmo programa o inesquecível psiquiatra Ângelo Gaiarça, dava suas cutucadas na classe media com afirmações bombásticas contra o comportamento conservador e hipócrita que até hoje são bem típicos de nossa classe media.

A babaquice criada pela imprensa golpista e conservadora que predomina hoje no Brasil tenta tratar a deliciosa frase “relaxa e goza” como se fosse um absurdo imperdoável e atitude acintosa da ministra em relação aos passageiros mal tratados nos aeroportos e aeronaves do Brasil. Besteira conservadora de gente que não teve a oportunidade de aprender sobre a vida com a sexóloga Marta e com o psiquiatra Gaiarça.

Essa turma sexualmente mal resolvida que domina as redações da mídia nacional, estão tão concentrados em sabotar o governo Lula que se quer relaxam e muito menos gozam. Somente isso pode explicar a importância que foi dada a uma frase certa dita de forma certa no lugar certo, mais que isso, com palavras e do jeito que o brasileiro gosta, ou melhor, goza.

É claro que depois do inferno vivido nos aeroportos, quando você chegar em um dos milhares de destinos turísticos deste lindíssimo país o melhor a fazer é relaxar e gozar, ou não é? Tava certa ou não tava a ministra? Mas a hipocrisia não pode aceitar um acinte deste, para estes o ministério do turismo soltou uma notinha pedindo desculpas.

Somente numa sociedade que a hipocrisia predomina, relaxar e gozar virou palavrão, a mídia golpista não conhece o Brasil e não sabe que o brasileiro é relaxado e gozador por natureza.
Gerson Marques

Um comentário:

Láldert Castello Branco disse...

Legal o blog

um abraço