07/04/2008

Chegou à hora Ilhéus!


Um antigo adágio popular diz que um raio não cai no mesmo lugar duas vezes, isso quer dizer que uma oportunidade perdida esta perdida e não adianta chorar em leite derramado.

Nas eleições de 2006 os ilheenses tiveram a oportunidade de eleger Dr. Ruy prefeito, Lula já era presidente e dois anos depois o PT ganhou o governo da Bahia com Wagner. O eleito foi Valderico e o preço que a cidade pagou por esse erro ficou na conta de todos.

Este ano em nova eleição o PT de Ilhéus apresenta novamente Dr. Ruy como pré-candidato a prefeito, abre mais uma vez uma oportunidade sem igual para a cidade, uma chance de ouro para a nossa comunidade virar o jogo e mudar o rumo de sua historia recente.

Se o bom caráter e a honestidade são valores intrínsecos a personalidade de Ruy, reconhecido até por adversários, outros fatores também o são, ainda que menos conhecidos.

Ruy provou em seu primeiro ano a frente do Hospital Regional que tem uma enorme capacidade administrativa, tirou o hospital do buraco, deu dignidade, operacionalidade e credibilidade. O Regional caminha hoje para ser o melhor hospital publico do interior da Bahia.

Com uma postura radical é intransigente em defesa de Ilhéus, é imbatível neste aspecto, chega a ser bairrista por excelência. A sua Ilhéus é mais que uma figura de retórica, é sua mãe é seu berço é sua vida. Na cabeça dele Ilhéus é o motivo e não a causa.

O momento político acrescenta ainda mais tempero a esta equação, companheiro de Lula em cinco eleições, Ruy dispõe de canais pessoais junto ao presidente.

Em oitenta e seis, Lula desembarcou em Ilhéus numa manhã chuvosa de maio, depois de uma rápida visita a nossos pontos turísticos guiado por Ruy, seguiram juntos em companhia de Nelson Simões no mesmo carro para Valença, ficaram dois dias na casa paroquial daquela cidade participando de um seminário, deste encontro nasce uma relação mantida até hoje a base de mangustões plantados em Sambaituba e enviados com certa periodicidade para o palácio da Alvorada.

Lula voltaria a Ilhéus ainda em duas oportunidades como candidato a presidente em abas foi recebido por Ruy na pista do aeroporto e fez comícios no Malhado e na Praça Cairú.

Em um seminário interno do PT realizado há poucos dias na cidade de Atibaia interior de São Paulo, Ruy teve longas conversas com o senador Suplicy e com as ministras Dilma e Marina Silva, participou de uma boa mesa de vinhos com Antonio Palocci, Aloísio Mercadante e Sergio Gabrielle (presidente da Petrobras), com seu jeitão sempre brincalhão e sua retórica de ilheense intrépido, conquistou a todos e aprofundou relações que vão se mostrar extremamente importantes para a cidade no futuro.

Na relação com o governador Wagner, existe uma grande sinergia entre os dois forjada ao longo de muitos anos de convivência em reuniões, seminários e campanhas políticas dentro do PT.

Ruy apoiou Wagner em sua primeira candidatura a governador em 2002 e esteve lado a lado na vitoriosa campanha de 2006. Quando Ruy foi candidato a prefeito em 2004, Wagner teve em Ilhéus em dois comícios, em um deles trouxe o ex-ministro do turismo, Alfredo do Maris Guia.

A indicação e orientação para Ruy assumir o Hospital Regional saiu do próprio Wagner sob o argumento que seria melhor que ele ficasse em Ilhéus preparando a sua candidatura para 2008 ao invés de assumir um cargo a nível estadual.

O principal assessor político de Wagner hoje é o ilheense Nelson Simões, amigo e parceiro de Ruy em diversas eleições, apaixonado por Ilhéus tem um papel fundamental neste momento para Ruy e para nossa cidade.

Alem de Nelsinho, Josias Gomes, Geraldo Simões, Jonas Paulo, Walter Pinheiro e Elieser Correia, trabalham duro montando as condições políticas que permitirá Ruy vencer as eleições e realizar um governo que mude a cara da cidade estabelecendo políticas duradouras combatendo a pobreza, gerando emprego e renda, principalmente inserindo Ilhéus no processo de desenvolvimento que o Brasil esta vivendo.

Desta vez o raio pode cair novamente no mesmo lugar, resta saber se vamos chorar o leite derramado. Chegou à hora Ilhéus.

Gerson Marques

Um comentário:

vitor disse...

chegou a hora de Ilhéus tomar um rumo certo... mas será que assim vai ser ou o tapa buracos vai tapar o sol com a peneira e levar essa deixando o Dr. Ruy pra trás? se o ilheense não eleger ruy agora podemos ter um prefeito que sabe tapar buraco... mas será que vai aguentar a pressão e ter mão firme pra guiar ilhéus pra um futuro mais digno e melhor do que os dias de hoje?